Arquivo de Historias de sucesso:

Mudar pra melhor JUNTOS!

Vamos contar uma história de sucesso que pode ser melhor definida como PARCERIA DE SUCESSO.

Elisa e Fred

Elisa e Fred

Qual é o apoio necessário para que uma TRANSFORMAÇÃO POSITIVA aconteça? Para o casal de atletas da SaudePerformance Elisa Rodrigues e Frederico Pieper o apoio um do outro é a estrutura essencial para que os treinos e competições aconteçam.  Mais do que isso, essa PARCERIA foi a grande responsável desde o início, quando ambos eram ainda SEDENTÁRIOS. “Se lá em 2013 eu assistisse alguém NADANDO, PEDALANDO E DEPOIS CORRENDO, ou seja, fazendo o que eu faço hoje eu iria achar maluquice”, revela Fred.

O casal em 2013, época em que ainda eram sedentários.

O casal em 2013, época em que ainda não praticavam atividades físicas regularmente.

INSPIRAÇÃO PARA COMEÇAR

Para Elisa, após um período de dez anos estudando para mestrado e doutorado, o ganho de peso e os hábitos não saudáveis estavam incomodando. “Comecei a caminhar na esteira quando eu morava em São Paulo e perdi um pouco de peso. Logo depois engravidei, e quando minha filha Helena já tinha nove meses, já em Juiz de Fora, eu e Fred caminhávamos juntos. Começamos a correr na UFJF quando vimos o pessoal da SaudePerformance. Fazíamos as provas do Ranking e sempre víamos a equipe também. Tivemos contato com a Revista feita pela SaudePerformance para a Corrida do Granbery e nela tinha uma entrevista com o Edson (Professor Edson Nascimento da SaúdePerformance). Eu me lembro de ter lido ela por inteiro e me inspirado pelo fato de que ele começou a correr aos 30 anos. Isso me inspirou muito a pensar: é possível! Fiquei muito animada com a história de vida dele. Tive boas referências da SaudePerformance através de amigos da Universidade também e a gente foi atrás de começar a frequentar os treinos”.

2014 Suprema

Fred conta que já jogou tênis e basquete, mas que nada era feito com satisfação ou continuidade. “Até que encontrei a corrida. Começamos juntos,  primeiro por uma questão estética e depois por saúde mesmo”. Elisa diz que neste começo da prática ainda sentia dores pois estava com sobrepeso. “Então comecei a fazer fortalecimento no Estúdio SaudePerformance. Principalmente na parte dos joelhos que é uma fragilidade que eu tenho até hoje, o fortalecimento através do Treinamento Funcional me ajudou muito”.

Na chegada da Meia Maratona de Juiz de Fora, em 2016

Na chegada da Meia Maratona de Juiz de Fora, em 2016

O casal conta que se sentiu acolhido pela equipe e que isso fez a diferença para que permanecessem até hoje. “Foi interessante porque a gente já tinha feito academia antes, pagávamos aqueles planos de 3 meses: íamos na primeira semana, na segunda faltávamos e na terceira não aparecíamos mais (risos). A gente se encaixou bem no Estúdio. E o engraçado é que quando a gente começou a correr a gente pensava: vamos correr pra não precisar fazer outras coisas! (risos) E aí quando a gente se deu conta já estava fazendo as duas atividades com muito prazer: corrida e estúdio“, revela Fred.

MUDANÇAS POSITIVAS

Elisa conta que a corrida mudou muito a rotina do casal e trouxe muitos benefícios. “A gente tinha hábitos não saudáveis e aos poucos aquilo foi deixando de ter tanta importância porque a gente conseguia relaxar fazendo a corrida”. Para Fred a corrida chamou atenção para corrigir questões ortopédicas. “Procurei  especialistas para solucionar algumas dores e isso foi positivo porque me alertou para coisas que futuramente poderiam me trazer problemas”, diz.

Fred em competição de triathlon

Fred em competição de triathlon

Em 2016 o casal passou das corridas para novas modalidades . “Foi um ano inteiro de muitas Corridas em trilhas. E foi muito bacana, eu senti muita alegria. Na sequência comecei a andar de bike, depois veio a natação e aí quando eu vi eu já estava migrando para a modalidade do triathlon. Essa mudança foi bem radical! Mais ainda do que começar a correr. Comecei a cuidar mais da minha alimentação, deixei de comer coisas que eu comia visando uma melhoria do corpo. Frituras, doces, refrigerante… E tem dado resultado, essa mudança foi recente mas já foi possível colher frutos”. Elisa se prepara para correr sua primeira Maratona, prova de 42km, em junho. “A Maratona sempre foi meu sonho na verdade! Lembro que eu e Fred conversávamos que com 42 anos a gente ia correr uma maratona! (risos) Por isso só eu vou e o Fred não… (risos)”.

Elisa na bike na Triday series 2017

Elisa na bike na Triday series 2017

Com tantas TRANSFORMAÇÕES, Fred conta como os familiares e amigos ficam curiosos com o casal. “Houve uma mudança muito grande, do sedentarismo para uma atividade muito frequente. As pessoas perguntam muito como funciona, quantos quilômetros corremos por dia. Outros perguntam se a gente ficou doido! (risos)”.

Elisa e a filha do casal, Helena: camisa de TORCIDA para Fred.

Elisa e a filha do casal, Helena: camisa de TORCIDA para Fred.

Fred relembra o começo. “A primeira prova que fizemos foi a de 10km da Suprema. E pra gente aquilo era um desafio enorme. E aí os treinos foram sendo construídos de forma que dali a pouco os 10km já não eram tanto, queríamos mais. Foi um processo construído gradativamente. A Elisa vai fazer a Maratona agora, mas isso foi construído depois de quatro anos de treinos aqui na equipe”.

Fred cruza a linha de chegada com a filha Helena.

Fred cruza a linha de chegada com a filha Helena.

Elisa conta que as distâncias antes consideradas impossíveis, foram se tornando possíveis gradativamente. “A gente via algumas pessoas da equipe e ficávamos muito admirados. ‘Nossa aquela pessoa correu 21km! 26km! 42km! Esse pessoal que nada, pedala e corre depois!’ Eu achava muito doido! E é interessante quando a gente encontra alguma pessoa que não víamos há muito tempo, a reação delas exprime bem claramente como a gente mudou. Porque às vezes a gente não tem a consciência, a gente não consegue perceber o quanto realmente mudamos”.

Elisa em natação em águas abertas

Elisa em natação em águas abertas

APOIO ESSENCIAL

“Eu acho que eu não conseguiria se não tivesse o apoio do Fred”, revela Elisa. O casal agora tem dois alvos: a Maratona do Rio, com todo o suporte dele para ela e o Meio Ironman para Fred, que acontece no segundo semestre, em que vai ser a vez de Elisa apoiá-lo.

Elisa e Fred com colegas de equipe

Elisa e Fred com colegas de equipe

Elisa explica que na SaudePerformance ela encontra mais que a prática esportiva. “A SaudePerformance representa hoje um lugar especial pra eu estar, pra conviver. Um lugar de amizade, um lugar de afeto, um lugar de apoio.  Não é um lugar só de competição! Na SaudePerformance eu sou apenas a Elisa lidando comigo mesma e aprendendo muito sobre mim, meus limites, meu corpo. O esporte, para mim, tem se tornado um meio muito terapêutico de superar inseguranças. A cada novo desafio vencido, seja de corrida, bike ou natação, consigo mostrar para mim mesma que sou capaz, e sinto-me ainda mais fortalecida para encarar as questões da vida cotidiana. Para mim que vivo o universo acadêmico, que é reflexivo por natureza, descobrir a consciência corporal e perceber a partir dela, que dentro de mim existe uma reserva de força, coragem e determinação tem me alavancado para querer e trabalhar por mais, inclusive, profissionalmente”.

WhatsApp Image 2018-04-30 at 15.40.04

Para Fred, a importância vem desde o primeiro momento em que começaram na equipe. “Quando estou na prática esportiva penso em um monte de coisas e depois não penso em nada. E a SaudePerformance foi um lugar de construção de amizades, pois tínhamos acabado de vir pra cá e pra gente foi muito importante. A gente pensava que essa coisa de esporte era só corpo e aqui a gente pensou que é muito a cabeça. A SaudePerformance é um lugar onde nos sentimos em casa”.

Muito obrigado Elisa e Fred por nos inspirarem sempre e por compartilharem sua história com a gente. :-)

___

LEIA MAIS HISTÓRIAS DE SUCESSO

Conheça mais em nosso Facebook e no Instagram.

Quer fazer parte também e treinar com a gente? Entre em contato pelo telefone 3083-7158 ou pelo whatsapp 9-8867-1875

 

SaúdePerformance – Consultoria em Qualidade de Vida

Corrida | Ciclismo | Estúdio Funcional | Triathlon

Em busca do ritmo perfeito

 

WhatsApp Image 2017-08-17 at 18.30.47

A avaliação cardíaca de Carlos Mota em 2014 indicava pressão alta e um princípio de arritmia. Depois de conhecer a SaúdePerformance o RITMO de sua corrida tem evoluído e gerado mais saúde.

Em 2015 Carlos Mota foi diagnosticado com um princípio de arritimia cardíaca. O Cardiologista, o Dr Luz Antônio Avelar foi enfático. “Ele me falou que eu estava igual a uma pia entupida. E frizou: ‘ou você faz um esporte ou não precisa voltar mais aqui’. A partir daí a vida de atleta de Carlos começava com a inscrição feita na 1ª Corrida Alemã Werther, em Juiz de Fora. “O Dr Avelar mandou eu me inscrever e eu apareci pra correr os 8km. Eu corria e andava e nem olhei o tempo que fiz, eu queria era chegar logo (risos). Mas foi bacana. Gostei do ambiente da corrida. Mesmo eu andando devagar , foi realmente uma conquista: cruzei a linha de chegada correndo”.

Carlos com sua esposa Cíntia em 2014.

Carlos com sua esposa Cíntia em 2014.

Luiz e Carlos: de médico e paciente para colegas de equipe.

Luiz e Carlos: de médico e paciente para colegas de equipe.

Hoje, Luiz e Carlos são além de paciente e médico, amigos e colegas de equipe na SaúdePerformance. A indicação começou com a participação em um dos treinões que são sempre realizados no Instituto Granbery, em outubro de 2015. Depois disso começaram as competições de corrida com a estreia na Corrida do Granbery 2016. Carlos chegou a realizar diversos treinos no local da prova, com o objetivo de fazer o tempo de 32min. “No dia da prova fiz em 31min. Pensei: ‘Eu posso mais!’ Ainda estou longe do meu potencial, pois ainda acho que posso chegar mais longe.  Para os atletas de elite vencer é estar no lugar mais alto do pódio. Mas para nós, o nosso vencer é chegar mais perto dos nossos limites e conquistar mais e mais saúde”.

Carlos e Cíntia acompanhados do casal Luiz e Susana: amizade + treinos = sucesso!

Carlos e Cíntia acompanhados do casal Luiz e Susana: amizade + treinos = sucesso!

E O CORAÇÃO?

“Fiz testes de todos os jeitos e não tem nada, nem arritmia. Digo sempre que eu não paro de correr mais. E agora estou fazendo funcional também no Studio SaudePerformance uma  vez por semana. Não me vejo parando mais com nenhuma atividade, pra mim é o ideal. Viajo de madrugada do Rio de Janeiro para fazer o Studio. Faço questão! Vou para o Rio às 17h30 e chego 22h na segunda.  E na terça acordo 5h, vou para o Studio e volto 9h da manhã pro Rio. E vale o esforço!” Para Carlos o diferencial da equipe SaúdePerformance é o ambiente e os profissionais. “Observamos um ambiente muito saudável e muito família. Professores muito bacanas e todo mundo muito cortês,  muito atentos para o que solicitamos. O próprio Hallack, que além de treinador é também um atleta de performance, é um cara que é bacana, que tem uma postura muito profissional sempre”.

Carlos junto com sua esposa Cíntia durante treino da SaudePerformance: parceria.

Carlos junto com sua esposa Cíntia durante treino da SaudePerformance: parceria.

Os familiares de Carlos comentam sobre sua mudança principalmente na postura, no peso corporal e na fisionomia. “Parece que fiquei mais novo não sei quanto anos. Todos reparam muito”.

IMG-20161128-WA0004

PRÓXIMOS OBJETIVOS

Carlos está focado no objetivo da Maratona com sua estreia nos 42km em 2018. Para ele, a conquista da sua evolução promove o desejo de ser sempre melhor. “É muito gratificante acompanhar atletas da equipe que pensávamos: ‘puxa vida, eu não aguentava correr com ela e hoje já dá pra acompanhar’. Ou seja, você já não quer mais só correr, Você quer resultado, uma alimentação em equilíbrio, um fortalecimento muscular, tudo isso muda e te deixa melhor. A corrida tem sido um objeto de prazer e satisfação”.

A que mais marcou foi a Corrida de Valença que fez no dia de seu aniversario e alcançou o 3º lugar em sua faixa etária. “Por ser uma corrida duríssima eu realmente fiquei satisfeito. E sempre querendo mais”.

A prova que mais marcou Carlos até hoje foi a Corrida de Valença que realizou no dia de seu aniversario em 2017 e alcançou o 3º lugar em sua faixa etária. “Por ser uma corrida duríssima eu realmente fiquei satisfeito. E sempre querendo mais”.

COMO COMEÇAR A TREINAR?

“Eu acho que a primeira coisa é se abrir pra isso. Porque a primeira desculpa é não aceitar que você precisa de uma atividade, que não tem tempo. Vale a pena conhecer a SaudePerformance principalmente porque é uma motivação a mais estar em uma equipe. Não adianta falar que não tem disputa. Tem sim! A gente quer ser sempre mais, uma competição saudável, vale a pena. Eu não troco! Pra mim é tudo!” Com a prática da corrida Carlos também tem a oportunidade de ficar mais perto de Cíntia, sua esposa, que também treina na SaudePerformance. “Já fico muito tempo fora a trabalho então ter esse momento juntos é essencial. Sem ela eu teria começado mas não teria a continuidade”.

IMG-20161128-WA0002

WhatsApp Image 2017-08-10 at 21.22.57

Parabéns pela sua dedicação e pela sua evolução, Carlos! A cada passo temos novos desafios a vista. E isso nos move adiante! Vamos nessa juntos.

 

 

 

 

Edson Nascimento se forma pela Bolsa Atleta, parceria SaudePerformance e Faculdade Granbery

edson2Com resultados de expressão regional e nacional, o atleta  Edson do Nascimento conquista agora o diploma de Educador Físico

Quem conhece o Edson sabe o quanto ele é um atleta, um professor e uma pessoa admirável. Agora ele acaba de conquistar mais uma importante etapa em sua jornada: a formatura em Educação Física pela Faculdade Metodista Granbery. Através da bolsa atleta em parceria com a SaúdePerformance foi possível​ que mais conhecimento se somasse a sua dedicação ao esporte. Parabéns Edson! Sucesso!

Edson com o diploma nas mãos: conquista!

Edson com o diploma nas mãos: conquista!

E você não conhece a história do Edson?

materia edson

É só CLICAR AQUI para saber de onde vem tanta garra e tanta fé. (ou clique na imagem)

Leia a entrevista que realizamos com o Edson em 2014 para a Revista da Corrida do Granbery. Descubra como ele começou no esporte e surpreenda-se com as colocações e títulos que ele já conquistou na corrida. Ah: e inspire-se!

 

Ser mãe, ser atleta… ser FELIZ!

Uma rotina de atividades físicas está sempre interligada à rotina pessoal dos atletas da SaudePerformance. No caso da Giovanna, os acontecimentos positivos ofereceram novos desafios e não a mantiveram longe da prática esportiva.

A GIOVANNA DEBORTOLI MEDEIROS é comerciante, mãe da Nina e do Davi e atleta SaúdePerformance desde 2011. Durante a gestação dos dois ela se manteve praticando atividades físicas regulares, seguindo as orientações médicas e compartilhando tudo com os amigos de equipe. “Sempre tive uma alimentação saudável e tentei manter isso na gravidez. É a hora da vida que você tem que pensar no neném, cuidar mesmo. E me ajudou muito, pra manter energia na gravidez e no pós parto. Eu fiquei muito magra, meus filhos nasceram grandes, e eu ingeria uma quantidade de vitaminas e minerais para esse momento”.

Giovanna faltando cinco dias para ganhar o Davi: em forma e com saúde.

Giovanna faltando cinco dias para ganhar o Davi: em forma e com saúde.

Confira mais sobre a HISTÓRIA DE SUCESSO da Giovanna.

“Eu estou na SaudePerformance desde 2011 e me mantive ativa na natação durante as duas gestações: a Nina que tive em 2013, hoje tem 3 anos, e o Davi que tive em 2016, está com 6 meses de idade. E depois, com 4 meses eu já começava a fazer caminhadas, fui voltando aos poucos para a natação com a SaudePerformance e agora já voltei para o Estúdio também”.

SaudePerformance: uma turma de amigos!

Giovanna centro) com a amiga de equipe Valéria Matt e Nina no colo.

Giovanna (centro) com a amiga de equipe Valéria Matt e Nina no colo.

“Eu adoro né!? Eu entrei por indicação de uma amiga quando estava retornando pra Juiz de Fora e essa foi uma maneira de refazer amizades, conhecer outras pessoas, já que eu tinha perdido contato. Fiz muitos amigos. Nas minhas gravidez eu afastava mas depois voltava e reencontrava todos: é uma turma de AMIGOS. Gosto muito do jeito que o Marcos (Hallack) conduz as orientações, ele respeita muito o limite de cada um e os objetivos, já que nem todo mundo quer competir. Os professores, como por exemplo o Thiago (Maroco) acompanhou minha gravidez muito de perto. Foram super importantes as orientações, ele estudava e pesquisava os exercícios que eu podia praticar. E eu era a única gravida. Um exercício só pra mim é um carinho que a gente sente. Além do carinho de todos com as crianças, que sempre perguntam por elas”.

O dia a dia

“Vou bem cedinho e deixo os dois com meu marido, Bruno. Na volta geralmente eu já pego os dois acordando, então isso não atrapalha a rotina deles. Logico que não é mais o mesmo pique de antes, tem imprevistos que acontecem normalmente, porém no geral vai dando tudo certo”.

“Já me senti, claro, muito cansada. No frio da época que a Nina nasceu a preguiça me pegava, mas quando eu não vou eu fico mais cansada durante o dia. Pra mim acordar 5h30 não é tão pesado porque, de qualquer forma às 6h um dos dois vai acordar então em termos de sono é a mesma coisa. (risos) Prefiro ir do que ficar em casa e assim espairecer minha cabeça “.

Exemplo dentro de casa

“Já levei a Nina no estúdio comigo e ela adorou. Ela já faz natação também. Não adianta falar uma coisa e fazer outra e o esporte a gente ensina desde criança. Eu pratico esporte,  meus dois irmãos praticam, é um incentivo, meu pai e minha mãe são muito saudáveis, a gente vê isso dentro de casa, não é só falado.

Foco na saúde

Giovanna com Nina e

Giovanna com Nina e Davi. :-)

“O foco principal agora não é mais a competição e sim manter a energia e a saúde pra dar conta dos dois. Quando tem alguma competição eu vou, participo, mas o foco mudou. Eu gostava de participar de competições e melhorar meu tempo em cada uma e isso com os dois agora fica mais difícil”.

“Exercício físico é sempre bem-vindo respeitando as indicações do médico. Só fiquei parada durante os 3 primeiros meses. Se a pessoa já pratica uma atividade ela tem que tentar manter a rotina, pra garantir uma gravidez mais tranquila saudável e gostosa.  Se você mantiver a rotina a sua chance de voltar é bem maior. Você se sente mais disposta, você fica mais ligada na parte de saúde”.

*** Giovanna, muito obrigada pelo seu depoimento! A gente que agradece a confiança e o carinho de sempre.

Parabéns pela sua determinação! Manter nosso corpo em movimento é um importante aliado em momentos que exigem nosso foco e nossa preparação e a gravidez é um desses mais belos momentos. 

 

 

 

 

 

 

 

Triatleta Flávio Rocha: dos 107kg ao Meio Iron

 

flavio

A evolução de Flávio Rocha: dos 107kg ao triathlon

“Em 2008 no auge dos 107 quilos, com pouco fôlego, pouca disposição e não muito feliz, a minha rotina era trabalhar durante a semana e com muita ansiedade esperar o fim de semana para extravasar tomando umas cervejas. Uma rotina onde só variavam o número de dias bebendo, a quantidade de festas e eventos.

Nesta época eu já nadava três vezes por semana, mas brincava que tomava mais de quatro vezes e com isto não adiantava muito. Por isso, resolvi dar uma corridinha uma vez por semana (geralmente de ressaca sábado de manhã) para ajudar. Os resultados começaram acontecer e comecei a colocar mais um dia de corrida para acelerar os resultados.

Garra para começar e para contiuar.

Garra para começar e para contiuar.

Na natação comecei a levar mais a sério e com grande incentivo de dois caras que sou muito fã, Marcelo Barra e Gerson Moreira de Oliveira , participei de algumas provas de travessia.

Na corrida tinha dois amigos que me pilhavam e às vezes corríamos juntos, Líderson Fernando e Junior Pestana, sendo o primeiro responsável por participar de minha primeira corrida, a da Fogueira, na qual o mesmo marcou comigo e não foi, e descobri o quanto era divertido participar desta festa. O segundo foi responsável por me apresentar, em 2011, a equipe SaúdePerformance e um cara que tem me ensinado com sua experiência e sua excelência em assessoria: Marcos Hallack.

Fl[avio, á direita, com Carlos Rubens e o Treinador Marcos Hallack, ao centro.

Flavio, á direita, com Carlos Rubens e o Treinador Marcos Hallack, ao centro.

No fim de 2011, quando descobrimos que estávamos grávidos, eu e Patrícia Matos Rodrigues hehehehe, resolvi de forma contundente mudar todos os meus hábitos de alimentação, prioridades e rotinas, por entender que como pais somos espelhos. Sem querer saber se gostava do que teria que colocar na minha nova rotina de alimentação, comecei a incorporar uma alimentação mais saudável.

Tiago nasceu em 2012, exatamente um mês depois de completar 40 anos, sendo este um fator determinante para estar com muita disposição para curtir e participar de todo crescimento desta nova vida.

Flávio com o pequeno Tiago: conquistas!

Flávio com o pequeno Tiago: conquistas!

Comecei a seguir as planilhas e participar cada vez mais de provas e em 2013, com um grande empurrão do Marcos, comprei uma bicicleta e aí estava dando o inicio, o que a principio nem eu sabia, a uma nova filosofia de vida: TRIATHLON. Comecei a participar de provas em 2014 e sempre sendo o maior desafio superar a mim mesmo.

Nadar, correr e pedalar: uma nova paixão!

Nadar, correr e pedalar: uma nova paixão!

No dia 21.08.2016, alinhei para participar de meu segundo meio iron ou half distance e a proposta para a prova era saber se estava aprendendo a jogar o jogo. O resultado me deixou muito feliz com 4h28minutos de prova.

Flávio na chegada: uma vitória conquistada com dedicação.

Flávio na chegada: uma vitória conquistada com dedicação.

Este texto todo é para dizer que somos resultados de nossas escolhas e responsáveis pelos resultados destas. Somos eternos aprendizes e no processo do aprendizado descobrimos que quanto mais aprendemos, menos sabemos, pois o universo do conhecimento é vasto e imensurável.

Não podia dispensar outros agradecimentos que não foram citados acima: Meus Pais, que muito me incentivaram as práticas esportivas quando era adolescente; Nutricionista Pedro Nader, que a pouco tempo revolucionou a forma de me nutrir; Anna Calil E Silva fisioterapeuta que literalmente coloca as coisas no lugar; ao grupo #TriCazamiga, parceiros, amigos e fanfarões; a equipe Saúde Performance; a todos nadadores, ciclistas, corredores e triatletas de Juiz de Fora que ,de alguma forma, me inspiram e motivam nas duras horas de treinos durante esta caminhada.

E vamos treinar que está todo mundo treinando!”

 

Parabéns Flávio! E muito obrigado por compartilhar suas palavras com a gente.

Para saber mais sobre a SaudePerformance você pode acompanhar pelo facebook, instagram ou pelo whatsapp 9-8867-1875

Noticias
Apoios e Patrocinios